De I Timóteo 2:4

Creio que o raciocícnio a se se seguir quanta à 1TM 2:4 é este:


1Tm 2:4  o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade.


1)Deus deseja que todos se salvem,
2)Ora, nem todos se salvam, 
Logo:


Ou 3a)Deus não pode salvar,
Ou 3b)Deus não quer salvar todos,
Ou 3c)A Salvação não depende só de Deus.


A afirmação 3a é falsa, pois Deus é Todo-Poderoso.
A afirmação 3b é falsa, pois contradiz a 1.
Se 3a e 3b são falsas, logo, 3c é verdadeira.


Temos, então, duas afirmações verdadeiras:


1) Deus é Soberano ( isto é dado)
2) A Salvação não depende só de Deus. ( o que concluimos acima.)


Nisto, vocês, calvinistas, vêem contradição. Nós, não calvinistas, não. Vejamos:


1) Deus é Soberano,
2) Ora, A Salvação não depende só de Deus,
logo:
3) Deus não quer salvar os homens com base apenas em sua Soberania.


Temos, então, que Deus não QUER ( e não que Ele não pode, pois Ele tudo pode) salvar apenas por um ato de Sua Soberania.


Sabemos, entretanto, que nenhuma obra humana é capaz de salvá-lo. Nenhum cristão sério questiona isto.


O que salva, então o homem?


Nós o sabemos, pela Bíblia, que:




Efs 2:8  Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; 


Ora, o quenos salva é a graça de Deus e ela é alcançada pela fé:


Rom 5:1  Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo,
Rom 5:2  por quem obtivemos também nosso acesso pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e gloriemo-nos na esperança da glória de Deus.




Ora, o homem de ve ter fé e crer para ser salvo, ou  dito de outra forma, a parte do home é crer, como está escrito:


Mar 16:16  Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.


Ora, temos, então, que a salvação depende de o homem ter fé.


Ora, a fé é um dom do próprio Deus, isto é certo e inquestionável.


Mas, como Deus dá fé aos homens? Está escrito:




Rom 10:17  Logo a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Cristo. 


Logo, todo que não ouvir a palavra de Cristo não terá fé e não se salvará. ( Mas nós darremos conta do sangue de muitos. Misericórdia, Senhor.)


Então, todo que ouvir a Palavra de Deus se salvará?


A Parábola do Semeador, palvras do Senhor Jesus, diz que não:


Mat 13:3  E falou-lhes muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. 
Mat 13:4  e quando semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram. 
Mat 13:5  E outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não havia muita terra: e logo nasceu, porque não tinha terra profunda; 
Mat 13:6  mas, saindo o sol, queimou-se e, por não ter raiz, secou-se. 
Mat 13:7  E outra caiu entre espinhos; e os espinhos cresceram e a sufocaram. 
Mat 13:8  Mas outra caiu em boa terra, e dava fruto, um a cem, outro a sessenta e outro a trinta por um. 
Mat 13:9  Quem tem ouvidos, ouça. 


Mat 13:18  Ouvi, pois, vós a parábola do semeador. 
Mat 13:19  A todo o que ouve a palavra do reino e não a entende, vem o Maligno e arrebata o que lhe foi semeado no coração; este é o que foi semeado à beira do caminho. 
Mat 13:20  E o que foi semeado nos lugares pedregosos, este é o que ouve a palavra, e logo a recebe com alegria; 
Mat 13:21  mas não tem raiz em si mesmo, antes é de pouca duração; e sobrevindo a angústia e a perseguição por causa da palavra, logo se escandaliza. 
Mat 13:22  E o que foi semeado entre os espinhos, este é o que ouve a palavra; mas os cuidados deste mundo e a sedução das riquezas sufocam a palavra, e ela fica infrutífera. 
Mat 13:23  Mas o que foi semeado em boa terra, este é o que ouve a palavra, e a entende; e dá fruto, e um produz cem, outro sessenta, e outro trinta. 




Logo, o que recusar a palavra, o que a trata levianamente, sem se apegar profundamente a esta, e os que sederam ao mundo não serão salvos.


Ora, todas estas são ações humanas. Logo, o homem pode recusar a salvação.


Ora, se o homem pode recusar a salvação, logo, pode aceitar a salvação, ainda que isso seja apenas deixar passivamente Deus agir em sua vida.



Resposta a este post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário